Casamento

Ouse dizer o nome do seu amor

Foto: reprodução/internet

Em fins do século XIX, momentos antes de ser condenado, preso e desterrado por ser gay, o escritor irlandês Oscar Wilde citou no banco dos réus o verso do seu amante, Alfred Douglas, “o amor que não ouse dizer o seu nome”. Não ousava. Graças! Com as mudanças na moral pública do século XXI tudo vem mudando. E não é só sair do armário. Livrar-se de uma mentira socialmente imposta é tirar o peso do armário dos ombros. Durante todo o século XX grandes atores e atriz de Hollywood, por exemplo, tiveram que sustentar vidas duplas por não ousar dizer o nome do seu amor. Aqui, no Brasil contemporâneo, artistas precisam representar um falso papel sexual 24 horas por dia. É mole? Quando uma dessas personalidades da mídia desafia a hiprociria, abre o caminho para muita gente se libertar. Falar, expressar, desenhar em praça pública pra geral que o amor é tudo que importa no fim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s