estilo

Fábio Guimarães, o Kadu Dantas da Bahia

Pode-se dizer que ele é It Boy, referência em moda masculina, luxo e elegância. Fábio Guimarães é o nome mágico para as produções de #LookdoDia. Nenhuma peça casual chique escapa do seu olhar criativo. Ele está na internet, nas conversas, nos eventos e seu Instagram passeia na aba de favoritos do mundo fashion. Fábio, rapidamente, virou um @ milinária – em followers, mas desconfio que em $ também (risos). Será ele o Kadu Dantas baiano? Acho chique. Da Bahia para o mundo, ele estuda jornalismo e alimenta o instablog Boys na Moda.

De onde venho o seu interesse por moda?
Eu sempre gostei de moda, desde adolescente. Sempre tive o feeling pra moda, em me vestir bem, usar o diferente – apesar de me achar básico, rs – mas a coisa ficou séria mesmo quando comecei com o instablog – @boysnamoda – onde eu compartilhava inspirações e looks do dia.

Hoje você é referência em moda para vários garotos. Como é ter essa responsabilidade?
Eu não encaro isso como uma regra. Eu sempre procuro estar bem vestido, mas é pra mim mesmo, porque eu me sinto bem. Me tornar uma “referencia” foi apenas uma consequência. Mas óbvio que as pessoas me observam mais, e eu percebo isso.

O estudo em jornalismo é um diferencial?
Sim! Eu sempre gostei da área de comunicação, apesar de ter tido um pre-conceito no início. A área de comunicação é um pouco inconstante – ao meu ver – mas decidir arriscar. O profissional da comunicação requer um nível cultural mais apurado e elevado. Então vivo em constante aprendizagem a todo o tempo. E lido exatamente com o que já trabalho – fotos, textos, leituras – a gente aprende muito sobre isso no curso de jornalismo.

Atualmente, qualquer pessoa cria um instagram e sai falando de moda. Como você ver esse cenário?
Hoje, está super saturado o meio de “bloggers”. Hoje em dia, todo mundo pode gerar conteúdo. As mídias sociais dão esse poder. Eu costumo dizer que quem tem o seu espaço que lute pra manter e quem está chegando procure ter um diferencial para poder crescer. O público gosta do natural e do inovador. Então hoje em dia está mais difícil ter engajamento, ter um público no geral.

Existe alguma regra do que usar no grande dia ou depende do estilo de casamento?
O look no dia do casamento tem que ser de acordo com a proposta, claro! Seja ela no Campo, No civil, Na igreja… O look tem que estar de acordo com o que pede a festa. A regra é só uma: vestir o que te faz bem, afinal a festa é sua. Óbvio que bom senso nunca é demais.

Smoking, fraque, semi-fraque ou terno?
Preferencialmente Smoking.

Assim como as mulheres, muitos homens desejam casar de branco. Pode?
Pode sim! Eu não acho legal um de Branco e outro de preto por exemplo. Se for casar de Branco os dois tem que estar de Branco, fica mais elegante, e não dar aquela alusão à “noiva” e o “noivo”. Pode se um de Branco e o outro de Off White – o ideal é passar a imagem de dois noivos.

Cores vivas são permitidas?
Casamento é uma cerimônia que requer uma certa seriedade. Aconselho a sempre cores sóbrias.

Apesar de parecer simples, a escolha do traje do noivo exige alguns cuidados. O que requer maior atenção?
O corte. Os noivos devem prestar bastante atenção no corte do traje. Mangas passando, ombros passando ou até mesmo a barra passando, tira toda a elegância do traje. Quanto mais alinhado ao corpo, mais bonito fica.

O noivo pode apostar em acessórios? Quais?
Sim! Independente da proposta do casamento, as joias são as melhores opções. Anel de zircônia e pulseira riviera são as melhores opções.

Não quero casar de sapato. E agora?
Um tenis casual também é uma boa pedida. Fica super moderno.

É preciso trocar de roupa entre a cerimônia e a festa?
Acho fundamental – até porque a festa requer mais liberdade e conforto para os noivos, que vão dançar e se divertir com os convidados.

Quais as suas grifes e estilistas preferidos?
Burberry e Gucci. Gosto muito de Roberto Cavalli e Saint Laurent.

De quando você começou a divulgar moda até os dias de hoje, o que mudou na sua vida?
O meio da moda me fez conhecer muitas pessoas interessantes que algumas, levo comigo até hoje. E na minha vida mudou bastante coisa, não da minha essência, porque isso não muda. Digamos que a responsabilidade aumentou.

Sua peça preferida?
Bläser

A peça de roupa mais preciosa do seu closet?
Um sobretudo D&G que amo!

Seu estilo é?
Casual chique.

3 comentários em “Fábio Guimarães, o Kadu Dantas da Bahia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s